2021 sem inadimplência para seu escritório contábil

Qua, 06 de janeiro de 2021 às 11:43

      Segundo o dicionário financeiro, “a inadimplência acontece quando há o descumprimento de uma obrigação, geralmente financeira, como o não pagamento de bens ou serviços até sua data de vencimento”. Entre a população brasileira, a inadimplência é conhecida como “nome sujo” e, infelizmente, pode acometer todos os tipos de comércio e prestação de serviços. 

De acordo com dados da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em agosto de 2019 a inadimplência das empresas foi de R$ 5.582,90, em média. Entre as devedoras, 45% atuam no comércio e devem, principalmente, para o setor de serviços, que inclui os bancos. 

Estes valores altíssimos são causados sobretudo pelo crescimento do número de desempregos e o aumento da inflação, que afetam diretamente o  

Em relação à prevenção da inadimplência: 

     1 – Conheça bem o perfil do seu cliente 

Não basta apenas pedir a documentação básica, é importante também conhecer o histórico de compras e pagamentos dos clientes e fazer uma consulta aos órgãos de proteção ao crédito, como SPC e Serasa, para ajudá-lo na tomada de decisão. Dar benefícios aos bons pagadores pode ser uma boa ideia também! 

     2 – Opte pelo recebimento à vista e escolha uma data de vencimento favorável 

É claro que o recebimento à vista é muito benéfico para o seu escritório contábil, mas você pode criar situações que favoreçam o cliente também, como 5% de desconto no boleto ou transferência bancária, por exemplo. Essa é a melhor forma de evitar a inadimplência dos pagamentos a prazo. Além disso, para pagamentos via boleto bancário, escolha datas estratégicas, como quinto dia útil do mês, porque grande parte da população brasileira recebe seus salários perto deste dia. 

     3 – Formalize seu serviço 

Emita notas fiscais para cada prestação de serviços que você fizer e formalize tudo com um contrato. Este documento deve apresentar a descrição do serviço prestado, valores envolvidos, multa diária para atrasos e consequências em casos de não pagamento. Além disso, vale formalizar também que condições encerram os serviços, como inadimplência falta de pagamento há mais de 30 dias, por exemplo. Dessa forma, se num futuro você precisar exigir seus direitos através de um advogado, o contrato te dará a segurança necessária.  

Galeria de Fotos:


Entre em contato ou venha nos fazer uma visita.